Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.bdtd.uerj.br/handle/1/10288
Tipo do documento: Tese
Título:  Olha, eu fiz o GDE, meu bem! : uma análise da capilaridade da política pública curricular no curso Gênero e Diversidade na Escola
Título(s) alternativo(s): "Look, I took the GDE, honey!": An analysis of the capillarity of public curricular policy in the course Gender and Diversity in School
Autor: Cruz, Thalles do Amaral de Souza 
Primeiro orientador: Macedo, Elizabeth Fernandes de
Primeiro membro da banca: Torres, Marco Antonio
Segundo membro da banca: Pocahy, Fernando Altair
Terceiro membro da banca: Nascimento, Marcos Antonio Ferreira do
Quarto membro da banca: Oliveira, João Manuel Calhau de
Resumo: Esta tese é parte integrante da linha de pesquisa Currículo: sujeitos, conhecimentos e cultura e do grupo de pesquisa Currículo, cultura e diferença coordenado pela Profª Drª Elizabeth Fernandes de Macedo. Neste trabalho analisei um desdobramento das políticas igualitárias postas em práticas no Brasil a partir de 2003, uma política pública curricular que pretendeu levar a cabo transformações sociais, o curso Gênero e Diversidade na Escola (GDE). Meu objetivo neste trabalho foi afirmar a potencialidade de políticas públicas curriculares capilares como esta na desconstrução de regimes de verdades discriminatórios e excludentes. Além disso entendo tal política pública curricular como uma técnica de governamentalidade cujo foco de suas ações eram @s docentes, que deveriam introjetar em seus processos de subjetivação uma nova normatização não heteronormativa, não sexista e não racista, fazendo com que se autorregulassem, internalizando tais valores e práticas contribuindo assim no rompimento do ciclo de formação de subjetividades e práticas homofóbicas, racistas e misóginas em nosso país. Os efeitos convulsivos por parte de grupos conservadores são analisados aqui como uma reação também à estas políticas públicas levadas a cabo que de alguma forma desafiaram alguns dispositivos e/ou paixões normativas de produções de privilégios ao levar a discussão da produção da diferença para dentro do Ministério da Educação. Para isso, utilizei como aporte teórico estudos pós-coloniais, estudos pós-estruturais, teoria do discurso, discussões do campo do currículo e teoria queer. Metodologicamente, além da análise de legislações, reportagens e da revisão bibliográfica, utilizei principalmente, e de forma inédita, o acervo do projeto GDE+5 elaborado através de uma parceria entre a SPM/PR, SEPPIR/PR, SECADI/MEC e o CLAM/UERJ, e que tinha como objetivo geral avaliar esta política pública. A análise evidenciou que mesmo sob forte ataque conservador a este tipo de política na educação nos últimos anos, o GDE, enquanto existiu, se capilarizou em todas as suas fases, e seus objetivos diante das pessoas que se envolveram com o curso foram, em grande parte, alcançados
Abstract: This thesis is an integral part of the research line "Curriculum: subjects, knowledge and culture", as well as of the research group "Curriculum, culture and difference", coordinated by Prof. Elizabeth Fernandes de Macedo. In this work, I analyzed the unfolding of a particular aspect of the egalitarian policies that have been put into practice in Brazil since 2003, i.e. a public curricular policy that aimed to carry out social transformations, the course Gender and Diversity in School (GDE). My purpose was to affirm the potential of capillary public curricular policies such as this in the deconstruction of excluding and discriminatory regimes of truths. In addition, I understand this public curricular policy as a governmentality technique whose focus of action was on teachers, who should introject in their processes of subjectivation a new non-heteronormative, non-sexist and non-racist normatization, causing them to self-regulate, internalizing such values and practices and thus contributing to the breaking of the cycle of formation of homophobic, racist and misogynist subjectivities and practices in our country. The violent reactions from conservative groups are also analyzed here as yet another response to these public policies that were put into effect. These policies somehow managed to challenge some devices and / or normative passions that produce privileges when taking the discussion about the production of difference into the Ministry of Education. In order to achieve such purpose, I used postcolonial studies, post-structural studies, discourse theory, curriculum discussions and queer theory as theoretical contributions. Methodologically, besides the analysis of legislation, reports and the bibliographic review, I used mainly, and in an unprecedented way, the collection of the GDE + 5 project elaborated through a partnership between SPM/PR, SEPPIR/PR, SECADI/MEC and CLAM/UERJ, aiming at evaluating this public policy. The analysis showed that even under the strong conservative attack this type of educational policy suffered in recent years, the DGE, while it existed, was capillary in all its phases, and its objectives towards the people who got involved with the course were mostly achieved
Palavras-chave: Public curricular policy
Capillarity
Difference
Teacher Training
Política pública curricular
Capilaridade
GDE
Diferença
Formação de Professoras/es
Educação
Políticas públicas
Currículos
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO::CURRICULO
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade do Estado do Rio de Janeiro
Sigla da instituição: UERJ
Departamento: Centro de Educação e Humanidades::Faculdade de Educação
Programa: Programa de Pós-Graduação em Educação
Citação: CRUZ, Thalles do Amaral de Souza. Olha, eu fiz o GDE, meu bem! : uma análise da capilaridade da política pública curricular no curso Gênero e Diversidade na Escola. 2019. 263 f. Tese (Doutorado em Educação) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2019.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.bdtd.uerj.br/handle/1/10288
Data de defesa: 27-Fev-2019
Aparece nas coleções:Doutorado em Educação

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
Tese_Thalles do Amaral de Souza Cruz .pdf13,4 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.