Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.bdtd.uerj.br/handle/1/10436
Tipo do documento: Tese
Título:  Nós as saudamos prôfessoras fluminenses : produção, circulação e representações de professoras primárias no jornal Síntese da UPPE
Autor: Braga, Rosa Maria Souza 
Primeiro orientador: Faria, Lia Ciomar Macedo de
Primeiro membro da banca: Mignot, Ana Chrystina Venancio
Segundo membro da banca: Santos, Edna Maria dos
Terceiro membro da banca: Xavier, Libânia Nacif
Quarto membro da banca: Bastos, Maria Helena Câmara
Resumo: O objetivo desta tese de doutorado é analisar o jornal Síntese, produzido pela União dos Professores Primários Estaduais (UPPE). O impresso, que é objeto e fonte desta tese, circulou entre julho de 1968 a dezembro de 1979. Há disponíveis 27 edições. O acervo se encontra na atual sede da entidade, localizada à Rua La Salle, nº22 Niterói/RJ. O periódico foi criado com o nome de Síntese Informativa da UPPE, pela professora Anaíta Custódio Cardoso, em 1968. Em setembro de 1972, o jornal passou a se chamar Síntese. A perspectiva teórico-metodológica que fundamentou a pesquisa parte da concepção de que utilizar a imprensa da educação e ensino como fonte é tomar um corpus documental amplo, que permite a investigação de métodos e concepções pedagógicas de uma época e da ideologia moral, política e social de um grupo profissional (CATANI e BASTOS, 1997). Nesse sentido, fazem emergir vozes, que não são possíveis de serem ouvidas em outros espaços sociais, dada a expressividade da escrita jornalística (NÓVOA, 1997). Dialogando com os indícios (GINZBURG, 1989), o objeto é analisado sob a perspectiva dos estudos dos estudos de Roger Chartier (1993), de que as percepções do social não são neutras. Ao contrário, supõe um campo de concorrências e competições que enunciam poder e dominação. Nesse sentido, uma realidade social é construída através das classificações, divisões e delimitações que organizam a vida e dão sentido ao mundo real. As análises passam a ter sentido, então, na medida em que o diálogo entre o individual e o contexto político ganham força. O contexto do período histórico estudado confere sentido às trajetórias, aos silenciamentos, às prescrições, às presenças e às ausências. Em função desse diálogo, a análise do impresso baseia-se no que propôs Chartier (2003), considerando o contexto de produção, o da circulação e as representações de professoras primárias que o jornal trazia. Nesse sentido, a análise se debruça no primeiro capítulo sobre a UPPE, como lugar de produção do jornal. No segundo capítulo, a investigação se volta para a compreensão sobre os espaços de circulação do impresso. O terceiro capítulo tem como objetivo compreender as representações difundidas a respeito do professorado primário fluminense pelo periódico, entendo que essas informações dão acesso às questões postas para o professorado no período de circulação do jornal. Nas investigações, foram encontrados indícios de que o jornal foi criado com objetivos que foram modificados ao longo da década de 1970, período em que se torna difusor do ideário da Ditadura Militar. Com respaldo interno na entidade, a defesa dessas bandeiras se torna condição para a existência do mesmo. Os vestígios mostram também um modelo de professora primária alinhada com o ideário do regime militar. A pesquisa pretende contribuir com os estudos que se utilizam como fonte e objeto a imprensa de educação e ensino, bem como os as investigações sobre a UPPE e sobre os professores primários fluminenses, durante os anos finais da década de 1960 e 1970
Abstract: The objective of this doctoral thesis is to analyze the newspaper Síntese, produced by the União de Professores Primários Estaduais (UPPE). The tabloid, which is the object and source of this thesis, circulated between july 1968 and december 1979. There are 27 editions available. The collection is in the entity's current headquarters, located at La Salle street, nº22 - Niterói / RJ. The journal was created under the name Sintese Informativa da UPPE by Professor Anaíta Custódio Cardoso in 1968. In september 1972, the tabloid was renamed Síntese. The theoretical-methodological perspective that underlies the research starts from the conception that using the education and teaching press as source is to take a broad documentary corpus that allows the investigation of pedagogical methods and conceptions of an era and the moral, political and social ideology Of a professional group (CATANI and BASTOS, 1997). In this sense, they emerge voices, which are not possible to be heard in other social spaces, given the expressiveness of journalistic writing (NÓVOA, 1997). The object is analyzed from the perspective of studies by Roger Chartier (1993), that social perceptions are not neutral. On the contrary, it supposes a field of competitions and competitions that enunciate power and domination. In this sense, a social reality is built through classifications, divisions and delimitations that organize life and give meaning to the real world. The analysis then becomes meaningful, as the dialogue between the individual and the political context gains strength. The context of the historical period studied gives meaning to the trajectories, the silences, the prescriptions, the presences and the absences. Because of this dialogue, the analysis of the paper is based on what Chartier (2003) proposed, considering the context of production, the circulation and the representations of primary teachers that the newspaper brought. In this sense, the analysis focuses on the first chapter on UPPE, as a place of tabloid production. In the second chapter, the investigation turns to the understanding about the spaces of circulation of the tabloid. The third chapter aims to understand the widespread representations about the primary teaching staff in Rio de Janeiro by the tabloid, I understand that this information gives access to the questions posed to the teachers during the period of circulation of the newspaper. In the investigations, evidence was found that the newspaper was created with objectives that were modified during the 1970s, during which time it became diffuser of the ideology of the Military Dictatorship. With internal support in the entity, the defense of these flags becomes a condition for its existence. The vestiges also show a model of primary teacher aligned with the ideology of the military regime. The research intends to contribute to the studies that are used as source and object the press of education and teaching, as well as the investigations about the UPPE and the primary teachers of Rio de Janeiro during the late 1960s and 1970s
Palavras-chave: Journal Síntese
União de Professores Primários Estaduais (UPPE)
Primary teachers in the state of Rio de Janeiro
Education and teaching press
Jornal Síntese
União dos Professores Primários Estaduais
Professoras primárias fluminenses
Imprensa de educação e ensino
Educação
Jornais Brasileiros
Ensino Público
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO::FUNDAMENTOS DA EDUCACAO::HISTORIA DA EDUCACAO
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade do Estado do Rio de Janeiro
Sigla da instituição: UERJ
Departamento: Centro de Educação e Humanidades::Faculdade de Educação
Programa: Programa de Pós-Graduação em Educação
Citação: BRAGA, Rosa Maria Souza. Nós as saudamos prôfessoras fluminenses : produção, circulação e representações de professoras primárias no jornal Síntese da UPPE. 2017. 224 f. Tese (Doutorado em Educação) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2017.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.bdtd.uerj.br/handle/1/10436
Data de defesa: 13-Set-2017
Aparece nas coleções:Doutorado em Educação

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
Tese_Rosa Maria Souza Braga.pdf4,03 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.