Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.bdtd.uerj.br/handle/1/11252
Tipo do documento: Dissertação
Título: A organização do trabalho na Unidade de Doenças Infecto-contagiosas e a ocorrência de Burnout nos trabalhadores de Enfermagem
Título(s) alternativo(s): The organization of work in the Unit of Infectious and Contagious Disease and the occurrence of Burnout among Nursing workers
Autor: Ferreira, Rita Elzí Dias de Seixas 
Primeiro orientador: Souza, Norma Valéria Dantas de Oliveira
Primeiro membro da banca: Lisboa, Marcia Tereza Luz
Segundo membro da banca: Gomes, Antonio Marcos Tosoli
Resumo: Na organização do trabalho hospitalar há vários determinantes que acarretam no desgaste psicofísico do trabalhador de enfermagem, mesmo com o discurso de que gostam da profissão e se sentem realizados em cuidar de pessoas enfermas, especialmente, no cuidado de clientes adoecidos com o HIV/Aids. A Psicodinâmica do Trabalho é uma ciência que possibilita analisar a configuração da organização laboral, a qual comprovadamente incide na dimensão subjetiva do trabalhador, identificando o sofrimento psíquico, o que potencializa o desenvolvimento de doenças mentais, entre elas a Síndrome de Burnout. Nesta perspectiva, o objeto deste estudo trata da organização do trabalho na Unidade de Doença Infecto-Contagiosa, espaço de cuidado de clientes com HIV/Aids e a ocorrência de Burnout entre os trabalhadores de enfermagem que atuam neste espaço laboral. A fim de apreender o objeto traçaram-se três objetivos: a) identificar a percepção dos trabalhadores acerca das características do trabalho de enfermagem no contexto da Unidade de Doença Infecto-Contagiosa, local de assistência ao cliente portador do HIV/Aids; b) descrever as repercussões no processo saúde-doença dos trabalhadores de enfermagem decorrente da assistência ao cliente com HIV/AIDS; e c) analisar as repercussões do processo saúde-doença dos trabalhadores de enfermagem com vistas à identificação de situações do aparecimento da Síndrome de Burnout. Para a realização desta pesquisa, optou-se pela abordagem qualitativa, de caráter descritivo e exploratório. Os dados foram obtidos nos meses de maio a agosto de 2010, utilizando as seguintes fontes de coleta de informações: a entrevista semi-estruturada e o formulário Maslach Burnout Inventory. Optou-se por analisar as informações através do Método de Análise Temática de Conteúdo. Os resultados indicaram que o perfil do profissional de enfermagem era composto por trabalhadores do sexo feminino, que estavam na faixa etária entre 44 e 54 anos de idade, na grande maioria técnicos de enfermagem com tempo médio de 2 a 10 anos de trabalho com clientes HIV/Aids. Verificou-se também que havia discrepâncias marcantes entre o trabalho prescrito e o real, o que acarretava sofrimento para o profissional de enfermagem. Constatou-se também que o sofrimento psíquico resultava da vivência cotidiana do processo de morte/morrer do cliente com HIV/Aids, pelo profissional de enfermagem. Além disso, este sofrimento era determinado também pela precarização das relações e das condições de trabalho. Concluiu-se que havia vários trabalhadores com fortes indícios de ocorrência de Burnout, tanto porque a organização do trabalho se configurava como incoerente e pouco racional como pelas características do processo de cuidar do cliente com HIV/Aids. Recomendam-se medidas que promovam a saúde dos trabalhadores de enfermagem e previnam os agravos em seus processos saúde-doença, tais como: a diminuição da carga emocional de trabalho, grupos de reflexão, ginástica laboral, entre outras. É preciso haver conscientização dos gestores, vontade política e estímulo da organização laboral para que os trabalhadores participem.
Abstract: In the organization of hospital work for several determinants that may cause the wear of psychophysical nursing worker, even with the speech that they like the profession and feel smart in taking care of sick people, especially in the care of ill clients with HIV / AIDS. The psychodynamics of work is a science that enables analyzing the configuration of work organization, which focuses on proven subjective dimension of the worker, identifying the psychological distress which enhances the development of mental illness, such as burnout syndrome. In this perspective, the object of this study deals with the organization of work in the Unit of Infectious and Contagious Disease, space to care for patients with HIV / AIDS and the occurrence of burnout among the nurses who work in this area of work. In order to capture the object is traced three objectives: a) identify the workers' perception about the characteristics of nursing work within the Unit of Infectious and Contagious Disease, local customer support for HIV / AIDS, b) describe the effect on the health-disease process of nursing care due to the client with HIV / AIDS and c) analyze the impact of health-disease process of nursing with a view to identifying situations the appearance of Burnout syndrome. For this research, we opted for a qualitative approach is descriptive and exploratory. Data were collected from May to August of 2010 using the following sources of information gathering: a semi-structured form and Maslach Burnout Inventory. We chose to analyze the information by the method of a content analysis. The results indicated that the profile of nursing staff consisted of female workers, who were aged between 44 and 54 years of age, in most practical nurse with an average 20 to 10 years of working with HIV clients AIDS. It was also noted that there were marked discrepancies between prescribed work and real work, which caused suffering for nursing professionals. It was also found that psychological distress resulted from the everyday experience of the process of death / dying client with HIV / AIDS by the nursing professional. Moreover, this suffering was also determined by the worsening of relations and working conditions. It was concluded that there were several workers with strong evidence of the occurrence of burnout, both because the labor organization was configured as incoherent and irrational as the characteristics of the process of caring for the client with HIV / AIDS. Recommend measures that promote the health of nursing staff to prevent the diseases in their health-disease processes, such as the decrease in emotional labor, gymnastics, among others. There must be awareness of managers, political will and encouragement of work organization for workers to participate.
Palavras-chave: Burnout Syndrome
Psychodynamics of work
Occupational health
Nursing
HIV/AIDS
Enfermagem - Aspectos psicológicos
Burnout (Psicologia)
Doenças transmissíveis Enfermagem
Enfermeiros - Stress ocupacional
Saúde e trabalho
AIDS (Doença) - Enfermagem
Infecções por hiv - Enfermagem
Síndrome de Burnout
Psicodinâmica do trabalho
Saúde do trabalhador
Enfermagem
HIV/Aids
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::ENFERMAGEM
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade do Estado do Rio de Janeiro
Sigla da instituição: UERJ
Departamento: Centro Biomédico::Faculdade de Enfermagem
Programa: Programa de Pós-Graduação em Enfermagem
Citação: FERREIRA, Rita Elzí Dias de Seixas. A organização do trabalho na Unidade de Doenças Infecto-contagiosas e a ocorrência de Burnout nos trabalhadores de Enfermagem. 2011. 143 f. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2011.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.bdtd.uerj.br/handle/1/11252
Data de defesa: 1-Mar-2011
Aparece nas coleções:Mestrado em Enfermagem

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
DISSERTACAO_FINAL_RITA_ELZI_DIAS_DE_SEIXAS_FERREIRA.pdf1,07 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.