Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.bdtd.uerj.br/handle/1/14805
Tipo do documento: Tese
Título: A relação transescalar e multidimensional Petróleo-Porto como produtora de novas territorialidades
Título(s) alternativo(s): The trans-scale and multidimensional Petroleum-Port relation as producer of new territorialities
Autor: Pessanha, Roberto Moraes 
Primeiro orientador: Oliveira, Floriano José Godinho de
Primeiro membro da banca: Santos Júnior, Theotônio dos
Segundo membro da banca: Lencioni, Sandra
Terceiro membro da banca: Brandão, Carlos Antônio
Quarto membro da banca: Azevedo, José Sergio Gabrielli de
Resumo: Esta tese analisa o setor de petróleo e suas fortes relações com o sistema portuário e marítimo (em termos operacionais e comerciais), com o poder político (Estado) e com a financeirização da economia (na superestrutura). A investigação procurou trazer novos elementos para a compreensão da singularidade desta inter-relação capitalista, lubrificada pelo petróleo, como produtora de novas territorialidades e regionalidades. A observação empírica detalhou os movimentos do capital no Estado do Rio de Janeiro e outros nós da extensa e imbricada rede de corporações do setor petróleo a nível global. É uma tese sobre os movimentos do capital em meio a fortes relações de poder, que traz inúmeras evidências para a importância dos complexos portuários e dos sistemas marítimos (até então pouco percebidos) na organização e impulso da indústria do petróleo, como grande dinamizadora do capitalismo histórico, por meio de uma análise multidimensional sustentada especialmente nas relações econômicas e da geopolítica da energia, tomando como base temporal a década entre os anos 2006 e 2016. Partindo dessa temporalidade, a tese identifica o setor petróleo como um dos principais eixos econômicos de desenvolvimento do Brasil, com imensa capacidade de arrastar diversas outras cadeias produtivas, vinculadas tanto à indústria quanto à infraestrutura; em especial, a de circulação de mercadorias. A tese, dessa forma, confirma que a inter-relação capitalista produz uma dinâmica econômico-socioespacial singular, com características multidimensionais e transversais em termos de repercussão sobre o território. Considera que esse movimento do capital, sua inter-setorialidade e a particular territorialização produziram um circuito espacial de produção (do petróleo e dos royalties), envolvendo três regiões do Estado do Rio de Janeiro (Metropolitana, Baixadas Litorâneas e Norte Fluminense), que gera uma urbanização com aspectos mais regionais
Abstract: This thesis analyzes the petroleum sector and its strong relations with the port and maritime system (in operational and commercial terms), with political power (State) and with the financialization of the economy (in the superstructure). The research also sought to bring new elements to the understanding of the singularity of this capitalist interrelationship, lubricated by oil, as a producer of new territorialities and regionalities. The empirical observation detailed the movements of capital in the State of Rio de Janeiro (and other nodes) of the extensive and imbricated network of corporations in the oil sector at a global level. A thesis on the movements of capital amidst strong relations of power that brings innumerable evidences to the importance of the port complexes - and the maritime systems - (until then little perceived) in the organization and impetus of the petroleum industry, as a great dynamiser of historic capitalism. Through a multidimensional analysis, based especially on the economic relations and the geopolitics of energy, taking as a temporal basis the decade between the years 2006 and 2016. Starting from this temporality, the thesis identifies the petroleum sector as one of the main economic development axes of Brazil, with enormous capacity to drag on several other productive chains, linked to both industry and infrastructure, especially the movement of goods. The thesis thus confirms that the capitalist interrelationship produces a singular economic-socio-spatial dynamic, with multidimensional and transversal characteristics, in terms of repercussion on the territory. It considers that this movement of capital, its inter-sectoriality and the particular territorialization, produced a space circuit of production (of the oil and the royalties), involving three regions of the ERJ (Metropolitan, Coastal Low-lands and North) that generates an urbanization with more regional aspects
Palavras-chave: Oil
Port
Global Economy
Financialization
Productive Restructuring
RJState-ERJ
New Territorialities
Economia Global
Financeirização
Reestruturação Produtiva
Estado do Rio de Janeiro ERJ
Petróleo
Porto
Novas territorialidades
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::CIENCIA POLITICA::POLITICAS PUBLICAS
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade do Estado do Rio de Janeiro
Sigla da instituição: UERJ
Departamento: Centro de Educação e Humanidades::Faculdade de Educação
Programa: Programa de Pós-Graduação em Políticas Públicas e Formação Humana
Citação: PESSANHA, Roberto Moraes. A relação transescalar e multidimensional Petróleo-Porto como produtora de novas territorialidades. 2017. 560 f. Tese (Doutorado em Educação) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2017.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.bdtd.uerj.br/handle/1/14805
Data de defesa: 9-Mar-2017
Aparece nas coleções:Doutorado em Políticas Públicas e Formação Humana

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Parte 1.pdf5,38 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar
Parte 2.pdf6,15 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar
Parte 3.pdf7,6 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.