Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.bdtd.uerj.br/handle/1/16516
Tipo do documento: Dissertação
Título: Gênero, guerra e orientalismo: o confederalismo democrático e a representação das curdas em Rojava pela mídia ocidental
Título(s) alternativo(s): Gender, war and orientalism: democratic confederalism and the representation of kurdish women in Rojava by western media
Autor: Abreu, Beatriz Sampaio 
Primeiro orientador: Menezes, Lená Medeiros de
Primeiro membro da banca: Lessa, Mônica Leite
Segundo membro da banca: Boschilia, Roseli Terezinha
Resumo: O presente trabalho tem como objeto de estudo as mulheres curdas de Rojava, o Curdistão Sírio. Participantes essenciais do movimento curdo por libertação, autonomia e reconhecimento internacional, as curdas recentemente foram transformadas em símbolos desse pleito nacional pela grande mídia, que vem desde 2014 noticiando sobre a presença ativa de tais mulheres na guerra civil Síria, focando particularmente nas batalhas que travaram contra o Estado Islâmico. Em vista disso, tem-se como objetivo central investigar sobre a forma como as curdas têm sido representadas pela mídia ocidental, dentro do recorte temporal de 2014 a 2018. Para tanto, foram escolhidas como amostras principais as matérias publicadas sobre elas pelas agências midiáticas The Guardian e Daily Mail, duas das mais influentes em uma escala global. Mais especificamente, o trabalho apresentará o contexto histórico, político, ideológico e social no qual as curdas estão inseridas, para então dissecar as reportagens coletadas, a fim de identificar a imagem midiática que tem sido construída e amplamente divulgada através dos últimos anos. Adicionalmente, abordará também a questão dos possíveis ganhos e perdas que esse formato de representação simbólica acarreta tanto para as mulheres curdas quanto para seu movimento. O estudo terá como fundamentos teóricos o orientalismo e o debate sobre gênero, guerra e militarização, bem como irá explorar o poder da mídia, por conta do discurso que produz. Por fim, como metodologia, serão utilizadas técnicas de Análise de Discurso baseadas nos trabalhos de Patrick Charaudeau, que contribuirá para a pesquisa com uma abordagem semiolinguística do discurso midiático investigado.
Abstract: This study has as subject matter the Kurdish women of Rojava, the Syrian Kurdistan. Essential participants of the Kurdish movement for liberation, autonomy and international recognition, the Kurdish women were recently transformed into symbols for this national quest by mainstream media, that since 2014 has reported on their active presence in Syria’s civil war, focusing particularly in the battles they have fought against the Islamic State. Therefore, the main goal of this study is to investigate the way Kurdish women have been represented by mainstream media, from 2014 to 2018. For this purpose, the articles published about them by the media agencies The Guardian and Daily Mail, two of the most influential in a global scale, were chosen as primary sources. More specifically, this dissertation will feature the historical, political, ideological and social context in which the Kurds are integrated, and then it will dissect the articles collected, to identify the image that has been constructed and widely disseminated by the media throughout the last years. Additionally, it will also address the matter of possible gains and losses that this format of symbolic representation entails, both for the Kurdish women and their movement. The study will have as theoretical basis orientalism and the debate about gender, war and militarization, as well as it will explore the power of media, due to the discourse it produces. Lastly, as methodology, it will employ the techniques of Discourse Analysis based on Patrick Charaudeau’s works, which will contribute to the research with an semiolinguistic approach of the media discourse investigated.
Palavras-chave: Relações internacionais
Jornais ingleses
Comunicação de massa e mulheres
Curdas
Mídia social
International relations
English newspapers
Mass media and women
Women, Kurdish
Social media
Área(s) do CNPq: CIENCIAS HUMANAS::CIENCIA POLITICA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade do Estado do Rio de Janeiro
Sigla da instituição: UERJ
Departamento: Centro de Ciências Sociais::Instituto de Filosofia e Ciências Humanas
Programa: Programa de Pós-Graduação em Relações Internacionais
Citação: ABREU, Beatriz Sampaio. Gênero, guerra e orientalismo: o confederalismo democrático e a representação das curdas em Rojava pela mídia ocidental. 2020. 110 f. Dissertação (Mestrado em Relações Internacionais) - Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2020 .
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.bdtd.uerj.br/handle/1/16516
Data de defesa: 9-Out-2020
Aparece nas coleções:Mestrado em Relações Internacionais

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação - Beatriz Sampaio Abreu - 2020 – Completa.pdf839,62 kBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.