Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.bdtd.uerj.br/handle/1/16629
Tipo do documento: Dissertação
Título: Meios de comunicação, leis e enfrentamentos democráticos na Venezuela: a eliminação de jornais impressos e emissoras de rádio e TV entre 2013 e 2019
Título(s) alternativo(s): Venezuela’s Media, Laws and Democratic Confrontations: the elimination of printed journals, radio and tv between 2013 and 2019
Autor: Méndez, Génesis Morales 
Primeiro orientador: Moreira, Sonia Virginia
Primeiro membro da banca: Suppo, Hugo Rogelio
Terceiro membro da banca: Tristão, Marise Baesso
Resumo: Desde a chegada de Hugo Chávez c Presidência da Venezuela em 1998 várias mudanças foram registradas na área de mídia. As primeiras alterações tinham como premissa a instauração do chamado socialismo do século XXI e a democratização das comunicações no país. Uma das mais importantes modificações foi a implementação de leis e organismos para a regulação dos meios. Esse processo de transformação nas comunicações esteve vigente em todo o período Chávez (1999-2013) e continua no governo de Nicolás Maduro, que assumiu a Presidência em 2013. Depois de assumir o poder, Maduro instituiu medidas legais que impactaram a liberdade de expressão e a pluralidade das informações. Uma crise social, econômica e política sem precedentes na história venezuelana também se refletiu no setor das comunicações. Empresas comerciais do setor encerraram suas atividades ou migraram para o formato digital. Neste contexto, ainda vigente, esta dissertação investiga o processo de fechamento de jornais, emissoras de rádio e TV na Venezuela entre janeiro de 2013 e junho de 2019. Pretende responder à seguinte pergunta de pesquisa: qual é o nível da liberdade de expressão e de imprensa na Venezuela? A pesquisa insere-se na metodologia do estudo de caso, em particular casos múltiplos. Foram escolhidos quatro casos, considerando a natureza de cada meio de comunicação: a) impressos; b) radiofônicos; c) televisivos nacionais; d) serviços satelital, especificamente aqueles disponíveis no canal DIRECTV. A revisão bibliográfica (documentos e registros de arquivos) completa a metodologia. Devido à importância do contexto particular e mutante em que se desenvolveu a pesquisa, partiu-se de percurso teórico que incluem conceitos de democracia, liberdade de expressão e liberdade de imprensa
Abstract: Since Hugo Chávez’s arrival to the Venezuelan Presidency in 1998, several changes have been made in the media. The first changes were premised on the establishment of the so- called socialism of the 21st century, and the democratization of communications in the country. One of the most important modifications was the implementation of laws and bodies for the regulation of the media. This process of transformation in communications was active throughout Chavez’s period in office (1999-2013), and continues under the administration of Nicolás Maduro, who assumed the presidency in 2013. After taking power, Maduro instituted legal measures that impacted the freedom of expression and the plurality of information. An unprecedented social, economic and political crisis in Venezuelan history has also been reflected in the communications sector. Commercial companies in the sector either closed down or migrated to digital format. In this context, this dissertation investigates the process of closing newspapers, radio and TV stations in Venezuela between January 2013 and June 2019. It intends to answer the following research question: what is the level of freedom of expression and press in Venezuela? This research fits into the ’study case’ methodology, analyzing multiple cases of closed media. In particular, four cases were chosen, considering the nature of each media: a) printed matter; b) radio; c) national television; d) cable services, specifically those available on the DIRECTV platform. The bibliographic review (documents and records of archives) complete the methodology. Due to the importance of the particular and changing context in which the research was developed, it started from a theoretical path that includes concepts of democracy, freedom of expression and freedom of the press
Palavras-chave: Democracia
Liberdade de expressão e imprensa
Venezuela
Nicolás Maduro
Democracy
Freedom of press and expression
Área(s) do CNPq: CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::COMUNICACAO::RADIO E TELEVISAO
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade do Estado do Rio de Janeiro
Sigla da instituição: UERJ
Departamento: Centro de Educação e Humanidades::Faculdade de Comunicação Social
Programa: Programa de Pós-Graduação em Comunicação
Citação: MORALES MÉNDEZ, G. Meios de comunicação, leis e enfrentamentos democráticos na Venezuela: a eliminação de jornais impressos e emissoras de rádio e TV entre 2013 e 2019. 2020. 144 f. Dissertação (Mestrado em Comunicação) – Faculdade de Comunicação Social, Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2020.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: http://www.bdtd.uerj.br/handle/1/16629
Data de defesa: 8-Jan-2020
Aparece nas coleções:Mestrado em Comunicação

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação - Génesis Morales Méndez - 2020 - Completa.pdf5,02 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons