Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.bdtd.uerj.br/handle/1/18304
Tipo do documento: Tese
Título: Efetividade de intervenção multicomponente na adesão e aceitabilidade à alimentação escolar: ensaio randomizado de base escolar de múltiplos braços em Sumidouro - RJ
Título(s) alternativo(s): Effectiveness of a multicomponent intervention on adherence and acceptability to school meals: a multi-arm, school-based randomized trial in Sumidouro - RJ
Autor: Pinto, Rafael Lavourinha 
Primeiro orientador: Cunha, Diana Barbosa
Primeiro coorientador: Souza, Bárbara da Silva Nalin de
Primeiro membro da banca: Sichieri, Rosely
Segundo membro da banca: Pereira, Alessandra da Silva
Terceiro membro da banca: Baltar, Valéria Troncoso
Quarto membro da banca: Pereira, Rosângela Alves
Resumo: O Programa Nacional de Alimentação Escolar possui papel fundamental na promoção da alimentação saudável de milhões de escolares em todo o Brasil. Entretanto, pesquisas nacionais apontam baixa adesão e aceitabilidade à alimentação escolar na rede pública de ensino. Intervenções baseadas em arquitetura de escolhas e padronização de técnicas gastronômicas têm sido implementadas com o intuito de melhorar este cenário e estimular o desenvolvimento de hábitos alimentares saudáveis. Assim, o objetivo do presente estudo foi avaliar a efetividade de intervenção multicomponente na adesão e aceitabilidade à alimentação escolar. Um ensaio randomizado foi conduzido com alunos do 4o ao 9o ano de 3 escolas públicas da rede municipal de ensino da cidade de Sumidouro, Rio de Janeiro, em 2019. As escolas participantes foram alocadas aleatoriamente em três grupos: uma escola no grupo controle (sem intervenção), uma escola no grupo intervenção 1 (modificações ambientais e inclusão de sistema de autosserviço) e uma escola no grupo intervenção 2 (modificações ambientais, inclusão de sistema de autosserviço e adição de novas preparações no cardápio). A escola do grupo intervenção 1 recebeu intervenções ambientais baseadas nos princípios da arquitetura de escolhas, que consistiram em: elaboração de cartazes e displays com mensagens e imagens motivacionais para promoção de hábitos alimentares saudáveis e incentivo ao consumo da alimentação escolar; implementação de toalhas com imagens coloridas de alimentos in natura nas mesas do refeitório; alocação das frutas servidas na alimentação escolar em posição de destaque, em uma barraca de frutas; posicionamento de um banner com o cardápio das preparações diárias na entrada do refeitório; e aplicação de pegadas no chão que, de forma lúdica, direcionavam os escolares ao refeitório. Além disso, foi implementado o sistema de autosserviço, com a incorporação de um balcão térmico de distribuição de alimentos no refeitório. A escola do grupo intervenção 2 recebeu as mesmas intervenções da escola do grupo intervenção 1, com a adição da padronização de técnicas gastronômicas para alterações nas preparações culinárias que fizeram parte dos cardápios no ano letivo de 2019, além da elaboração de novas preparações a partir da identificação das percepções acerca dos motivos da não adesão à alimentação escolar relatadas em grupos focais realizados com merendeiras e escolares. A adesão à alimentação escolar (≥3 vezes na semana) foi avaliada por meio de questão inserida em questionário aplicado em três momentos (linha de base, 1o seguimento [após 5 meses de intervenção] e 2o seguimento [após 8 meses de intervenção]). Foram realizadas análises longitudinais por meio da aplicação de modelos lineares generalizados que levam em conta as medidas repetidas e os dados ausentes de desfecho dos participantes. Também foram realizadas análises do tipo piecewise, permitindo a identificação dos parâmetros no intervalo 1 (linha de base-1o seguimento) e no intervalo 2 (1o seguimento-2o seguimento). Foi observado aumento da adesão à alimentação escolar na escola intervenção 1 vs. escola controle (RR=1,20; p-valor=0,0166) e maior aumento na escola intervenção 2 vs. escola controle (RR=1,27; p-valor=0,0041). Foi possível observar também aumento da adesão na escola intervenção 1 vs. escola controle no intervalo 1 e intervalo 2 (RR=1,18; p-valor=0,0146 e RR=1,14; p-valor=0,0424, respectivamente), e maior aumento da adesão na escola intervenção 2 vs. escola controle no intervalo 1 (RR=1,22; p-valor=0,0095) e no intervalo 2 (RR=1,20; p-valor=0,0070). Não houve diferença estatisticamente significativa na variação da adesão entre as escolas intervenção 2 e 1. A aceitabilidade à alimentação escolar foi avaliada por meio da aplicação de teste de aceitabilidade referente ao cardápio servido nas escolas antes das intervenções e, aos demais cardápios, após o início das intervenções, através do uso da escala hedônica facial e verbal. Para as análises longitudinais, foram empregados modelos lineares generalizados, que levam em conta as medidas repetidas e os dados ausentes de desfecho dos participantes. Observou-se aumento significativo no índice de aceitabilidade nos grupos de preparações à base de carne bovina e doces entre os participantes da escola intervenção 1 (RR=1,36; p-valor=0,0008 e RR=3,99; p-valor=<,0001, respectivamente) e da escola intervenção 2 (RR=1,34; p-valor=0,0029 e RR=2,22; p-valor=<,0001, respectivamente), quando comparados aos da escola controle ao longo do tempo. O incremento na aceitabilidade das frutas foi maior entre os participantes da escola intervenção 2, quando comparados aos da escola intervenção 1 (RR=1,60; p-valor=0,0052). Redução da aceitabilidade de preparações à base de feijão foi observada entre escola intervenção 2 e as escolas intervenção 1 e controle (RR=0,60; p-valor=0,0003 e RR=0,57; p-valor=0,0013, respectivamente). Os resultados alcançados sugerem que intervenções multicomponentes baseadas em modificações ambientais de baixo custo e complexidade, e em modificações nos aspectos sensoriais das refeições oferecidas na alimentação escolar através da inserção de técnicas gastronômicas, podem ser efetivas para promover o aumento da adesão e aceitabilidade à alimentação escolar e, consequentemente, auxiliar na elaboração de políticas públicas voltadas à promoção da alimentação saudável.
Abstract: The National School Feeding Program plays a key role in promoting healthy eating for millions of schoolchildren throughout Brazil. However, national surveys indicate low adherence and acceptability to school meals in the public school system. Interventions based on choices architecture and standardization of gastronomic techniques have been implemented aiming to improve this scenario and encourage the development of healthy eating habits. Thus, the objective of this study was to evaluate the effectiveness of a multicomponent intervention in adherence and acceptability to school meals. A randomized trial was conducted with students from 4th to 9th grade from 3 public schools of Sumidouro, a city located in Rio de Janeiro, in 2019. The participating schools were randomly allocated into three groups: one school in the control group (no intervention), another school in the intervention group 1 (environmental modifications and addition of a self-service system) and other one in the intervention group 2 (environmental modifications, addition of a self-service system and inclusion of new dishes in the menu). The school from the intervention group 1 received environmental interventions based on the principles of choices architecture, which consisted of: creation of posters and displays with motivational messages and images to promote healthy eating habits and encourage the consumption of school meals; implementation of tablecloth with colorful images of fresh food on the cafeteria tables; allocation of fruits in a prominent position, in a fruit stand; placement of a banner with the daily menu at the cafeteria’s entrance; and application of footprints on the floor that, in a playful way, directed students to the cafeteria. Moreover, a self-service system was implemented through the addition of a thermal food distribution counter in the cafeteria. The school from intervention group 2 received the same interventions as the school from intervention group 1, plus the standardization of gastronomic techniques for changes in the dishes that were part of the menus in 2019, and also the creation of new ones, based on the perceptions about the reasons for non-adherence to school meals reported in focus groups carried out with lunch ladies and schoolchildren. Adherence to school meals (≥3 times a week) was assessed through a question inserted in a questionnaire applied at three different moments (baseline, 1st follow-up [after 5 months of intervention] and 2nd follow-up [after 8 months of intervention]). Longitudinal analyzes were performed through the application of generalized linear models that take into account repeated measures and missing participant outcome data. Piecewise analyzes were also performed, allowing the identification of parameters in interval 1 (baseline - 1st follow-up) and in interval 2 (1st follow-up - 2nd follow-up). An increase in adherence to school meals was observed in the intervention school 1 vs. control school (RR=1.20; p-value=0.0166) and greater increase in intervention school 2 vs. control school (RR=1.27; p-value=0.0041). It was also observed an increase in adherence in the intervention school 1 vs. control school in interval 1 and interval 2 (RR=1.18; p-value=0.0146 and RR=1.14; p-value=0.0424, respectively), and greater increase in adherence in intervention school 2 vs. control school in interval 1 (RR=1.22; p-value=0.0095) and in interval 2 (RR=1.20; p-value=0.0070). There was no statistically significant difference in the variation of adherence between intervention 2 and 1 schools. The acceptability of school meals was evaluated by applying an acceptability test referring to the menu served in schools before the interventions and, to the other menus, after the beginning of the interventions, through the use of facial and verbal hedonic scale. For the longitudinal analyses, generalized linear models were used, taking into account repeated measures and missing outcome data from the participants. There was a significant increase in the acceptability index in the groups of preparations based on meat and sweets among participants in the intervention school 1 (RR=1.36; p-value=0.0008 and RR=3.99; p- value=<.0001, respectively) and intervention school 2 (RR=1.34; p-value=0.0029 and RR=2.22; p-value=<.0001, respectively), when compared to the control school over time. The increase in fruit acceptability was greater among participants in the intervention school 2, when compared to those in the intervention school 1 (RR=1.60; p-value=0.0052). Reduction in the acceptability of bean-based preparations was observed between intervention 2 school and intervention 1 and control schools (RR=0.60; p-value=0.0003 and RR=0.57; p-value=0.0013, respectively). The results suggest that multicomponent interventions based on low cost and complexity environmental modifications, and also on changes in the sensory aspects of meals offered at school through the use of gastronomic techniques, can be effective in increasing adherence and acceptability to school meals, assisting in the creation of public policies aimed at promoting healthy eating.
Palavras-chave: Aceitabilidade
Adesão
Alimentação escolar
Ensaio randomizado
Escolares
Políticas públicas
Acceptability
Adherence
School meals
Randomized trial
Schoolchildren
Public policies
Área(s) do CNPq: CIENCIAS DA SAUDE::SAUDE COLETIVA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade do Estado do Rio de Janeiro
Sigla da instituição: UERJ
Departamento: Centro Biomédico::Instituto de Medicina Social Hesio Cordeiro
Programa: Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva
Citação: PINTO, Rafael Lavourinha. Efetividade de intervenção multicomponente na adesão e aceitabilidade à alimentação escolar: ensaio randomizado de base escolar de múltiplos braços em Sumidouro - RJ. 2022. 327 f. Tese (Doutorado em Saúde Coletiva) - Instituto de Medicina Social Hesio Cordeiro, Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2022.
Tipo de acesso: Acesso Embargado
URI: http://www.bdtd.uerj.br/handle/1/18304
Data de defesa: 27-Jun-2022
Aparece nas coleções:Doutorado em Saúde Coletiva



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.