Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.bdtd.uerj.br/handle/1/19072
Tipo do documento: Dissertação
Título: Sentimentos de estudantes e profissionais frente ao atendimento odontopediátrico
Título(s) alternativo(s): Feelings of students and professionals regarding pediatric dental care
Autor: Galdino, Fabíola Fontes 
Primeiro orientador: Fidalgo, Tatiana Kelly da Silva
Segundo orientador: Neves, Cristiane Baccin Bendo
Primeiro membro da banca: Soviero, Vera Ligia Vieira Mendes
Segundo membro da banca: Goettems, Marilia Leão
Terceiro membro da banca: Santos, Ana Paula Pires dos
Resumo: O objetivo do estudo é avaliar o sentimento de medo, ansiedade e insegurança e a aceitabilidade das técnicas de manejo de comportamento (TMC) de estudantes e profissionais frente ao atendimento infantil. Para esse fim, este estudo foi subdividido em dois objetivos específicos: (1) avaliar a aceitabilidade dos estudantes e profissionais de odontologia a respeito das TMC aplicadas nos pacientes infantis através de uma revisão sistemática, e (2) desenvolver e validar um questionário para avaliação dos sentimentos de medo, ansiedade e insegurança de estudantes de odontologia frente ao atendimento infantil. Objetivo 1: realizou-se uma revisão sistemática da literatura com buscas no PubMed, Scopus, Web of Science, BVS (Lilacs/BBO), Cochrane e Open Grey, até setembro de 2021. As duplicatas foram removidas através do programa Mendley. Foi realizada a seleção dos estudos, a extração de dados e a avaliação da qualidade metodológica usando a ferramenta Joanna Briggs Institute e a certeza da evidência pelo GRADE. O objetivo 2: foi desenvolvido e validado um questionário a partir de um grupo focal de 10 alunos de graduação em odontologia. Em seguida, o questionário foi estruturado e aplicado digitalmente via Google Forms à 90 alunos (25,01 anos ±1,28), que já haviam cursado ou estavam cursando as disciplinas de atendimento odontológico infantil. O teste-reteste foi realizado com 15 alunos. Foi realizada análise descritiva, análise fatorial exploratória (AFE), Coeficiente de Correlação Intraclasse (CCI, Alfa de Cronbach (α) e teste Mann-Whitney para validade discriminante (p <0,05). Como resultado do estudo 1, a busca recuperou 710 artigos, com 21 artigos elegíveis. Dentre os alunos de graduação e profissionais generalistas, as TMCs mais aceitas foram a dizer-mostrar-fazer e o reforço positivo, dentre os odontopediatras foi a dizer-mostrar-fazer e dentre profissionais com pós-graduação Stricto sensu foi a sedação com óxido nitroso e o reforço positivo. A técnica menos aceita foi a estabilização protetora. Dois estudos apresentaram baixo risco de vieses e 19, alto risco. A certeza da evidência foi muito baixa. Como resultado do estudo 2, a versão final do questionário foi composto por 3 itens através da escala visual analógica (EVA), com score total de 0 a 10, que avaliaram ansiedade, medo e insegurança. Quanto maior o score, maior o sentimento negativo frente ao tratamento odontopediátrico. Os resultados dos testes de suposição de AFE foram satisfatórios (esfericidade de Bartlett=0,744; KMO<0,001). A AFE extraiu uma única dimensão com autovalor de 2,4 e variância total explicada de 80%. A consistência interna do questionário foi adequada (α=0,877) e a confiabilidade através do teste-reteste foi satisfatória (CCI=0,691). Alunos que sentem segurança para realizar procedimentos invasivos em criança tem sentimentos mais positivos em relação ao tratamento odontopediátrico (média=3,5 ±2,73) do que os que não sentem tal segurança (média=5,0 ± 2,35; p=0,007); este resultado demonstra a validade do questionário. Conclui-se por meio da revisão sistemática que as TMCs mais aceitas foram as básicas, baseadas na comunicação. Já em relação ao questionário proposto, conclui-se que é valido e confiável para avaliação do sentimento de alunos de graduação de odontologia frente o atendimento de pacientes infantis.
Abstract: The objective of the present study is to evaluate the feeling of fear, anxiety and insecurity and the acceptability of behavior management techniques (BMT) of students and professionals facing pediatric dental care. For this purpose, this study was subdivided into two specific objectives: (1) to evaluate the acceptability of dental students and professionals concerning BMT applied to pediatric dentistry patients through a systematic review, and (2) to develop and validate a questionnaire to assess the feelings of fear, anxiety and insecurity of dental students in relation to pediatric dental care. Objective 1: a systematic literature review was performed with searches in PubMed, Scopus, Web of Science, BVS (Lilacs/BBO), Cochrane and Open Grey, until September 2021. Duplicates were removed using the Mendley software. Study selection, data extraction and methodological quality assessment were performed using the Joanna Briggs Institute tool and the certainty of evidence by GRADE. Objective 2: a questionnaire was developed using a focus group strategy formed by 10 undergraduate dentistry students and validated. Then, the questionnaire was structured and digitally applied via Google Forms to 90 dentistry students (25.01 years ±1.28), who had already experienced pediatric dentistry clinical practice. The test-retest was carried out with 15 students. A descriptive analysis, exploratory factor analysis (EFA), Intraclass Correlation Coefficient (ICC), Cronbach's Alpha (α) and Mann-Whitney test for discriminant validity (p < 0,05). As a result of study 1, the systematic review search retrieved 710 articles, 21 eligible articles. Among undergraduate students and general practitioners, the most accepted BMT were tell-show-do and positive reinforcement, among pediatric dentists it was tell-show-do and among professionals with Stricto sensu graduate degrees it was sedation with nitrous oxide and positive reinforcement. The least accepted technique was protective stabilization. Two studies had a low risk of bias and 19 had a high risk. A very low certainty of evidence was observed. As a result of study 2, the final version of the questionnaire was composed of 3 items using the visual analogue scale (VAS) with a total score from 0 to 10 that assessed anxiety, fear and insecurity. The higher instrument score, the greater the negative feeling towards pediatric dental treatment. The results of the AFE assumption tests were satisfactory (Bartlett's sphericity=0.744; KMO<0.001). The AFE extracted a single dimension with an eigenvalue of 2.4 and a total explained variance of 80%. The internal consistency of the questionnaire was adequate (α=0.877) and the reliability through the test-retest was satisfactory (ICC=0.691). Students who feel safe to perform invasive procedures in children have more positive feelings related to pediatric dental treatment (mean=3.5 ±2.73) than those who do not feel such safety (mean=5.0 ± 2.35; p=0.007); this result demonstrates the validity of the questionnaire. It is concluded through the systematic review that, the most accepted BMT were the basic ones based on communication. Regarding the proposed questionnaire, it is concluded that it is valid and reliable for evaluating the feelings of undergraduate dental students regarding the care of children's patients.
Palavras-chave: Odontopediatria
Ansiedade
Medo
Alunos de Odontologia
Profissional de Odontologia
Pedriatric dentistry
Anxiety
Fear
Dental students
Dental professional
Área(s) do CNPq: CIENCIAS DA SAUDE::ODONTOLOGIA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade do Estado do Rio de Janeiro
Sigla da instituição: UERJ
Departamento: Centro Biomédico::Faculdade de Odontologia
Programa: Programa de Pós-Graduação em Odontologia
Citação: GALDINO, Fabíola Fontes. Sentimentos de estudantes e profissionais frente ao atendimento odontopediátrico. 2022. 108 f. Dissertação (Mestrado em Odontologia) - Faculdade de Odontologia, Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2022.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.bdtd.uerj.br/handle/1/19072
Data de defesa: 22-Fev-2022
Aparece nas coleções:Mestrado em Odontologia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação - Fabíola Fontes Galdino - 2022 - Completa.pdf2,43 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.