Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.bdtd.uerj.br/handle/1/20632
Tipo do documento: Tese
Título: Um sistema brasileiro de assistir doentes mentais: trabalho e ocupações terapêuticas na Colônia Juliano Moreira nas décadas de 1940 e 1950
Título(s) alternativo(s): A Brazilian system of treating the mentally ill: work and therapeutic occupations in Colônia Juliano Moreira in the 1940’s and 1950’s. 2020
Un système brésilien de traitement des malades mentaux: travail et occupations thérapeutiques à la Colônia Juliano Moreira dans les années 1940 et 1950
Autor: Araújo, João Henrique Queiroz de 
Primeiro orientador: Vilela, Ana Maria Jacó
Primeiro membro da banca: Cunha, Claudia Carneiro da
Segundo membro da banca: Venancio, Ana Teresa Acatauassú
Terceiro membro da banca: Carneiro, Filipe Degani
Quarto membro da banca: Melo Junior, Walter
Resumo: Esta pesquisa busca investigar o uso de ocupações terapêuticas na Colônia Juliano Moreira nas décadas de 1940 e 1950. Prática presente em toda a história da assistência psiquiátrica brasileira, é possível encontrar indícios de sua utilização no Brasil já no século XIX. Ao longo do século XX, as justificativas utilizadas para a indicação de ocupações terapêuticas no campo da psiquiatria se modificaram, mas a prática manteve seu lugar nas instituições da assistência, especialmente nas colônias agrícolas. A maioria dos estudos historiográficos que dialogam com este tema tem sustentado a afirmação que, a partir da década de 1940, esta prática foi sendo abandonada no campo da psiquiatria brasileira e substituída pelas técnicas organicistas. Entretanto, se verificou nesta pesquisa que, apesar destes novos métodos de tratamento terem sido introduzidos na CJM neste mesmo período, lá as ocupações não perderam espaço entre as práticas terapêuticas utilizadas na instituição. Não só isso, mas foi possível constatar uma ampliação de seu uso, bem como perceber uma grande diversificação das atividades utilizadas com esta finalidade.
Abstract: This research aims to investigate the use of therapeutic occupations in Colônia Juliano Moreira in the 1940’s and the 1950’s. This practice has been present throughout the history of Brazilian psychiatric care, it is possible to find evidence of its use in 19th-century Brazil. Throughout the 20th century, the justifications given for the indication of therapeutic occupations in the field of psychiatry have changed, but the practice has maintained its place in the care institutions, especially in agricultural colonies. Most historiographical studies that dialogue with this theme have supported the claim that, since the 1940's, this practice has been abandoned in the field of Brazilian psychiatry and replaced by organic techniques. However, this research confirms that, although these new treating methods were introduced in CJM in the same period, the occupations did not lose ground among the therapeutic practices employed by this institution. Not only that, but it was possible to recognize an increase in its use, as well as to perceive a great diversification of the activities employed for this purpose.
Le but de cette thèse est de rechercher l’usage des occupations thérapeutiques à la Colônia Juliano Moreira dans les années 1940 et 1950. Cette pratique est présente au cours de l’historie de la psychiatrie brésilienne et on peut trouver ses traces depuis le XIX siècle. Après, pendant le XXe siècle, les justifications utilisées pour l'indication des professions thérapeutiques dans le domaine de la psychiatrie ont changé, mais la pratique a conservé sa place dans les institutions d'assistance, notamment dans les colonies agricoles. La majorité des études historiographiques qui adressent le thème ont soutenu l'affirmation selon laquelle, à partir des années 1940, cette pratique a été abandonnée par le domaine de la psychiatrie brésilienne et remplacée par des techniques organicistes. Cependant, il ressort de cette recherche que, même si ces nouvelles méthodes de traitement ont été introduites au CJM à cette même période, les professions n’y ont pas perdu leur place parmi les pratiques thérapeutiques utilisées. En outre, on a pu constater une augmentation de leur utilisation, ainsi qu'une grande diversification des activités utilisées pour cette finalité.
Palavras-chave: História das Práticas e Saberes psi
Ocupações Terapêuticas
Colônia Juliano Moreira
History of Psychological Practices and Knowledge
Therapeutic Occupations
Histoire des Pratiques et Connaissances Psychologiques
Occupations Thérapeutiques
Área(s) do CNPq: CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA::PSICOLOGIA SOCIAL
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade do Estado do Rio de Janeiro
Sigla da instituição: UERJ
Departamento: Centro de Educação e Humanidades::Instituto de Psicologia
Programa: Programa de Pós-Graduação em Psicologia Social
Citação: ARAÚJO, João Henrique Queiroz de. Um sistema brasileiro de assistir doentes mentais: trabalho e ocupações terapêuticas na Colônia Juliano Moreira nas décadas de 1940 e 1950. 2020. 167 f. Tese (Doutorado em Psicologia Social) - Instituto de Psicologia, Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2020.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.bdtd.uerj.br/handle/1/20632
Data de defesa: 31-Jul-2020
Aparece nas coleções:Doutorado em Psicologia Social

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Tese - João Henrique Queiroz de Araújo - 2020 - Completa.pdf2,07 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.