Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.bdtd.uerj.br/handle/1/20673
Tipo do documento: Dissertação
Título: Empoderamento psicológico de trabalhadores de enfermagem atuantes em cenário hospitalar durante a pandemia de COVID-19
Título(s) alternativo(s): Psychological empowerment of nursing workers working in a hospital setting during the COVID-19 pandemic
Autor: Santos, Helen Cristina Neves Trindade Rodrigues dos 
Primeiro orientador: Gallasch, Cristiane Helena
Primeiro membro da banca: Alves, Luciana Valadão Vasconcelos
Segundo membro da banca: Faria, Magda Guimarães de Araujo
Resumo: Introdução: diante da pandemia da doença causada pelo coronavírus do tipo 2 (COVID-19), observou-se o aumento da necessidade de cuidados intra-hospitalares e a transformação da rotina dos profissionais de saúde, em especial dos trabalhadores de enfermagem, com aumento das horas de trabalho e necessidade da adequação do trabalhador às novas demandas de assistência à saúde, sem dispor de condições ideais para o processo de cuidar. Em um contexto histórico social de luta contra a desvalorização do trabalho de enfermagem e com a pandemia, observou-se a necessidade de discussão de questões relacionadas a gestão de pessoas incluindo o empoderamento psicológico. Nesse contexto, o presente estudo teve como objetivo avaliar o empoderamento psicológico de trabalhadores de enfermagem que atuaram em cenários de cuidado a casos de COVID-19. Método: estudo descritivo, transversal, de abordagem quantitativa, realizado-o em um hospital universitário estadual de grande porte, situado no município do Rio de Janeiro, com trabalhadores de enfermagem. Utilizou-se um formulário de caracterização sociodemográfica e laboral e a versão brasileira do Psychological Empowerment Instrument (PEI-Br). Os dados coletados foram organizados e tabulados no software Microsoft Excel 365 e analisados por meio de estatística descritiva simples e inferencial, utilizando o Statistical Package for Social Sciences (IBM Statistics SPSS®), versão 22. Utilizou-se o teste de Qui-Quadrado para investigação da associação entre variáveis categóricas e o Coeficiente de Correlação de Spearman, para avaliação da correlação entre as variáveis contínuas, com intervalo de confiança de 95%. Resultados: esse estudo demonstrou que três dos quatro domínios avaliados por meio do PEI-Br não demonstraram associação com as variáveis sociodemográficas estudadas, indicando que todos os trabalhadores estão expostos ao mesmo fenômeno. No domínio impacto houve uma discreta associação com as variáveis Escolaridade e Categoria. Discute-se que a teoria do empoderamento que já é utilizada em larga escala em países desenvolvidos e com ênfase em administração de empresas e gestão de pessoas, vem sendo inserida com os trabalhadores da área de saúde, em uma velocidade ainda insuficiente para a obtenção de excelência na organização do trabalho em enfermagem. Conclusão: apesar de não existir diferenças estatisticamente significativas entre as variáveis pesquisadas, foram observadas alterações nos escores obtidos em todos os domínios de empoderamento psicológico, sugerindo a necessidade de observação, vigilância e intervenção junto a essa população. Nesse sentido, a equipe de pesquisa disponibilizou um cartaz educativo sobre a temática para a equipe gestora da instituição.
Abstract: Introduction: in the context of the pandemic caused by the disease related to the type 2 coronavirus (COVID-19), there was an increase in the need for in-hospital care and transformation of the routine of health professionals, especially nursing workers, with an increase in working hours and the need for the worker to adapt to the new demands for health care, without having ideal conditions for the care process. In a social and historical context of fighting the devaluation of nursing work and the pandemic, there was a need to discuss issues related to people management, including psychological empowerment. In this context, the present study aimed to evaluate the psychological empowerment of nursing workers who worked in care scenarios for cases of COVID-19. Method: descriptive, cross-sectional study with a quantitative approach, conducted in a large state university hospital, located in the city of Rio de Janeiro, with nursing workers. A sociodemographic and work characterization form and the Brazilian version of the Psychological Empowerment Instrument (PEI-Br) were used. The collected data were organized and tabulated in Microsoft Excel 365 software and analyzed using simple descriptive and inferential statistics, using the Statistical Package for Social Sciences (IBM Statistics SPSS®), version 22. The chi-square test was used for investigation of the association between categorical variables and Spearman's Correlation Coefficient, to assess the correlation between continuous variables, with a 95% confidence interval. Results: this study showed that three of the four domains assessed using the PEI-Br did not show an association with the studied sociodemographic variables, indicating that all workers are exposed to the same phenomenon. In the impact domain, there was a slight association with the variables Schooling and Category. It is argued that the theory of empowerment, which is already used on a large scale in developed countries and with an emphasis on business administration and people management, has been inserted with workers in the health area, at a speed that is still insufficient to obtain excellence in the organization of nursing work. Conclusion: although there are no statistically significant differences between the variables surveyed, changes we observed in the scores obtained in all domains of psychological empowerment, suggesting the need for observation, surveillance, and intervention with this population. In this sense, the research team provided an educational poster on the subject for the institution's management team.
Palavras-chave: COVID-19
Saúde do trabalhador
Enfermagem
Hospitais
Empoderamento
COVID-19
Occupational health
Nursing
Hospitals
Empowerment
Área(s) do CNPq: CIENCIAS DA SAUDE::ENFERMAGEM
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade do Estado do Rio de Janeiro
Sigla da instituição: UERJ
Departamento: Centro Biomédico::Faculdade de Enfermagem
Programa: Programa de Pós-Graduação em Enfermagem
Citação: SANTOS, Helen Cristina Neves Trindade Rodrigues dos. Empoderamento psicológico de trabalhadores de enfermagem atuantes em cenário hospitalar durante a pandemia de COVID-19. 2023. 86 f. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) - Faculdade de Enfermagem, Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2023.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.bdtd.uerj.br/handle/1/20673
Data de defesa: 16-Ago-2023
Aparece nas coleções:Mestrado em Enfermagem

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação - Helen Cristina Neves Trindade Rodrigues dos Santos - 2023 - Completa.pdf3,11 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.