Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.bdtd.uerj.br/handle/1/21956
Tipo do documento: Dissertação
Título: Entre estórias e a história: contribuições de Lima Barreto para o debate de Políticas Públicas no Brasil em saúde mental
Título(s) alternativo(s): Between stories and the history: Lima Barreto's Contributions to the debate on Public Policies in Brazil mental health
Autor: Souza, Ana Lúcia Trindade de 
Primeiro orientador: Feijoo, Ana Maria Lopez Calvo de
Primeiro membro da banca: Hernandez, Jimena de Garay
Segundo membro da banca: Protasio, Myrian Moreira
Resumo: Este estudo busca analisar como as denúncias sobre as desigualdades sociais e raciais tecidas por Afonso Henriques de Lima Barreto (1881- 1922) podem contribuir para potencializar o debate acerca da implementação de Políticas Públicas no Brasil. Sob a lente do colonizado, Lima Barreto lançou luz sobre questões importantes para compreender as diversas formas de preconceitos que se apoiam mutuamente privando grande parte da população de direitos fundamentais. As narrativas barretianas desvelam os problemas de uma sociedade orientada por uma cultura eurocêntrica, auxiliando-nos a refletir sobre os paradigmas de pensamentos científicos do período de transição do Império para a República e pós- abolição. Nesse contexto, a obra desse escritor carioca traz importantes contribuições para as discussões em torno de questões sociais, políticas, culturais e raciais do Brasil, levando-nos a refletir sobre como a raça, classe e gênero posicionam as pessoas de forma diferente no mundo. Além da grande importância de Lima Barreto para o cenário cultural do país, sua obra torna-se também de grande importância nos estudos do campo da saúde mental e das políticas públicas, visto que, além de ser um observador crítico dos costumes de sua época, esteve internado duas vezes no hospital de alienados do Rio de Janeiro deixando-nos um rico material de pesquisa no campo da saúde mental nos livros Diário do Hospício e Cemitério dos Vivos. Desse modo, intenciona-se mostrar um pouco do contexto histórico do surgimento das políticas médicas manicomiais no início do século XX e analisar em narrativas barretianas as denúncias que já explicitavam a necessidade de se pensar em políticas sociais que pudessem garantir condições de vida digna para as pessoas que se encontravam em situação de vulnerabilidade social.
Abstract: This study seeks to analyze how the denunciations made by Afonso Henriques de Lima Barreto (1881-1922) can contribute to enhance the debate about the implementation of Public Policies in Brazil. Through the lens of the colonized, Lima Barreto sheds light on important issues for understanding the various forms of prejudice that support one another depriving a large part of the population on their fundamental rights. Barretian's narratives unveil the problems of a society guided by a Eurocentric culture, helping us to reflect on the paradigms of scientific thought of the period of transition from the Empire to the Republic and post-abolition. In this context, the work of this writer from Rio de Janeiro brings important contributions to the discussions around social, political, cultural and racial issues in Brazil, leading us to reflect on how topics such as race, class, and gender place people differently in the world. In addition to Lima Barreto's great importance to the country's cultural scene, his work is also of great importance in studies in the field of mental health and public policies, since, besides being a critical observer of the customs of his time, he was hospitalized twice in the hospital for the insane in Rio de Janeiro, leaving us a wealth of research material in the field of mental health in the books Diário do Hospício e Cemitério dos Vivos. Thus, it is intended to show a little of the historical context of the emergence of asylum medical policies at the beginning of the twentieth century and to analyze in Barretian's narratives the denunciations that already made explicit the demand to think about social policies that could guarantee dignified living conditions for people who were in situation of social vulnerability.
Palavras-chave: Lima Barreto
Marcadores sociais de exclusão
Saúde mental
Políticas públicas
Modos plurais da existência
Lima Barreto
Social discourse markers of exclusions
Mental health
Public policies
Plural modes of existence 
Área(s) do CNPq: CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA::PSICOLOGIA SOCIAL
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade do Estado do Rio de Janeiro
Sigla da instituição: UERJ
Departamento: Centro de Educação e Humanidades::Instituto de Psicologia
Programa: Programa de Pós-Graduação em Psicologia Social
Citação: SOUZA, Ana Lúcia Trindade de. Entre estórias e a história: contribuições de Lima Barreto para o debate de Políticas Públicas no Brasil em saúde mental. 2024. 66 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia Social) – Instituto de Psicologia, Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2024.
Tipo de acesso: Acesso Restrito
URI: http://www.bdtd.uerj.br/handle/1/21956
Data de defesa: 5-Mar-2024
Aparece nas coleções:Mestrado em Psicologia Social



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.