Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.bdtd.uerj.br/handle/1/21989
Tipo do documento: Dissertação
Título: Um estudo psicanalítico sobre as raízes do racismo
Título(s) alternativo(s): A psychonalytic study on the roots of racism
Autor: Assis, Geisa Karla Oliveira de 
Primeiro orientador: Ribeiro, Heloisa Fernandes Caldas
Primeiro membro da banca: Passos, Rachel Gouveia
Segundo membro da banca: Brunhari, Marcos Vinicius
Resumo: O presente trabalho tem como objetivo recolher contribuições psicanalíticas a respeito do fenômeno do racismo, seu lugar na constituição da sociedade ocidental, brasileira e na constituição do sujeito, a fim de nos ajudar a pensar as análises de pessoas negras muito além da mera afirmação que ser negro, lutar contra o racismo leva à formação de grupo que inviabiliza a singularidade. Tendo em vista as recorrentes mortes de pessoas negras no Brasil e, por outro lado, sua inviabilização e invisibilização nos corredores das instituições psicanalíticas e em sua literatura, nos perguntamos: por que o genocídio da população negra não cessa de se inscrever na sociedade e cultura brasileira o que inclui o campo da psicanálise que, até agora, pouco pareceu levar em consideração as questões levantadas pelas pessoas negras? Buscamos então as poucas contribuições psicanalíticas a respeito do tema, para abordar a questão do racismo. Estudamos o conceito de raça e racismo em outros campos do saber a fim de alcançarmos o mecanismo do racismo como construto social, histórico e político. Analisamos suas raízes no mundo, principalmente a partir do colonialismo privilegiando o conceito de racismo estrutural e, no Brasil, a partir da escravização, miscigenação, mito da democracia racial e branquitude brasileira. A investigação na literatura psicanalítica a respeito do mecanismo do racismo nos aproximou dos conceitos de ódio, extimidade, expulsão e segregação em psicanálise e nos demos conta de que tais mecanismos estão envolvidos tanto na fundação de um tipo de laço social, quanto na fundação do sujeito. Por fim, resgatamos as contribuições feitas por Neusa Santos Souza e Lélia Gonzalez a respeito do lugar do racismo na constituição da subjetividade negra e na sociedade e cultura brasileira a partir da psicanálise.
Abstract: This Master’s Program dissertation aims at collecting psychoanalytic contributions regarding the phenomenon of racism, its place in the constitution of Western, Brazilian society and in the constitution of the subject. It intends to help us ponder the analyses of black people far beyond the mere statement that being black, fighting against racism leads to the formation of a group that makes singularity unfeasible. In view of the recurrent deaths of black people in Brazil on the one hand, and their scarce presence and invisibility in the corridors of psychoanalytic institutions and in their literature on the other hand, we wonder why the genocide of the black population never ceases to inscribe itself in society and culture. This inscription includes the field of psychoanalysis, which, until now, seems to have barely taken into account the issues raised by black people. Therefore, we have sought the scarce psychoanalytical contributions on the subject in order to approach the issue of racism. We have studied the concept of race and racism in other fields of knowledge in order to understand the mechanism of racism as a social, historical and political construct. We have analyzed its roots in the world, mainly from colonialism, privileging the concept of structural racism and, in Brazil, from enslavement, miscegenation, myth of racial democracy and Brazilian whiteness. The other questions have led us to investigate, in the psychoanalytic literature, the mechanism of racism stemming from the first question. We have approached the concepts of hatred, extimacy, expulsion and segregation in psychoanalysis and realized that such mechanisms are involved both not only in the foundation of a type of social bond but also in the foundation of the subject. Finally, we have rescued the contributions made from the field of psychoanalysis by Neusa Santos Souza and Lélia Gonzalez regarding the role of racism in the constitution of the black subjectivity and in the Brazilian society and culture.
Palavras-chave: Psicanálise
Racismo
Segregação
Designação segregante
Significante
Psychoanalysis
Racism
Segregation
Significant
Área(s) do CNPq: CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade do Estado do Rio de Janeiro
Sigla da instituição: UERJ
Departamento: Centro de Educação e Humanidades::Instituto de Psicologia
Programa: Programa de Pós-Graduação em Psicanálise
Citação: ASSIS, Geisa Karla Oliveira de. Um estudo psicanalítico sobre as raízes do racismo. 2021. 97 f. Dissertação (Mestrado em Psicanálise) - Instituto de Psicologia, Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2021.
Tipo de acesso: Acesso Restrito
URI: http://www.bdtd.uerj.br/handle/1/21989
Data de defesa: 14-Abr-2021
Aparece nas coleções:Mestrado em Psicanálise



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.