Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.bdtd.uerj.br/handle/1/5918
Tipo do documento: Dissertação
Título: Impactos da regulação da Teleconsultoria na Atenção Primária
Título(s) alternativo(s): Impacts of teleconsulting regulation in Primary Care
Autor: Vinhal, Wanessa Campos 
Primeiro orientador: Araujo, Denizar Vianna
Primeiro membro da banca: Brollo, Leila Cristina Soares
Segundo membro da banca: Aranha, Renata Nunes
Terceiro membro da banca: Matos, Juliana Arruda de
Resumo: A Telessaúde promove processo de mudança cultural com um serviço novo, mas pouco popularizado, é também uma ótima ferramenta de integração entre a inovação e a saúde pública, porém as ações no Brasil não impactaram como esperado. Analisar os aspectos associados à baixa utilização das teleconsultorias considerando as limitações dos usuários, e também a qualidade da utilização do sistema após a publicação da resolução SES/MG 5.246 entrar em vigor e tornar a teleconsultoria obrigatória. Trata-se de um estudo transversal com aplicação de questionário elaborado para profissionais de saúde e teleconsultores plantonistas, tendo como objetivo avaliar a demanda e a qualidade da teleconsultoria, e também investigar os fatores associados a sua utilização. Os profissionais que responderam acreditam que o sistema ajuda no atendimento qualificado, dá suporte clínico para resolver casos sem precisar encaminhar, mas alegam falta de tempo e acabam não realizando Teleconsultoria. A maioria dos profissionais que responderam o questionário são enfermeiros, cerca de 80% deles tem nível de formação superior. A maioria dos profissionais de saúde utiliza o celular para buscar informações sobre casos clínicos, mas quando fazem teleconsultoria usam o computador do trabalho. Em relação ao funcionamento, desempenho, tempo de resposta e satisfação dos profissionais de saúde sobre a teleconsultoria, a maioria das respostas foram positivas e favoráveis ao sistema. Os teleconsultores descreveram que aumentou muito as teleconsultorias, porém com casos fictícios e repetidos. Identificou-se que apesar do aumento da teleconsultoria após a resolução, houve baixa qualidade e efetividade, e com isso a necessidade de treinamento prático, apoio da gestão e orientação sobre novas tecnologias e serviços de saúde principalmente na atenção básica. Cabe divulgar e ressaltar que leis precisam estar em conjunto com as ações e com os usuários que utilizam a teleconsultoria para garantir sua efetividade
Abstract: Telehealth promotes a process of cultural change as a new service, but little popularized, it is also a great tool for integrating innovation and public health, but actions in Brazil did not impact as expected. To analyze the aspects associated the low utilization of teleconsultation considering the limitations of the users, and also the quality of the use of the system after the publication of resolution SES/MG 5.246 come into force and make teleconsultation mandatory. This is a cross-sectional study with application of a questionnaire prepared for health professionals and teleconsultores on-call, with the objective of evaluating remote consultation demand and quality, as well as investigating the factors associated with its use. The professionals who answered believe that the system helps in qualified care, gives clinical support to solve cases without having to forward, but they claim lack of time and end up not doing remote consultation. Most of the professionals who answered the questionnaire are nurses, about 80% of them have a higher education level. Most health professionals use their cell phone to look for information on clinical cases, but when they do remote consultation they use their work computer. Regarding the functioning, performance, response time and satisfaction of the health professionals about remote consultation, the majority of responses were positive and favorable to the system. The teleconsultores described that it greatly increased teleconsultorias, but with fictitious and repeated cases. It was identified that despite the increase in teleconsultation after resolution, there was low quality and effectiveness, and with this the need for practical training, management support and guidance on new technologies and health services mainly in basic care. It is worth disclosing and emphasizing that laws need to be in tandem with the actions and with the users who use remote consultation to guarantee its effectiveness
Palavras-chave: Teleconsultoria
Telemedicina
Tecnologia de informação
Remote consultation
Telemedicine
Information technology
Primary health care
Atenção primária à saúde
Telemedicina
Consulta remota
Regulação e fiscalização em saúde
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::CIENCIA DA COMPUTACAO::METODOLOGIA E TECNICAS DA COMPUTACAO::SISTEMAS DE INFORMACAO
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade do Estado do Rio de Janeiro
Sigla da instituição: UERJ
Departamento: Centro Biomédico::Faculdade de Ciências Médicas
Programa: Programa de Pós-Graduação em Telemedicina e Telessaúde
Citação: VINHAL, Wanessa Campos. Impactos da regulação da Teleconsultoria na Atenção Primária. 2018. 68 f. Dissertação (Mestrado em Telemedicina e Telessaúde) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2018.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://www.bdtd.uerj.br/handle/1/5918
Data de defesa: 7-Mar-2018
Aparece nas coleções:Mestrado Profissional em Telemedicina e Telessaúde

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
Wanessa Campos Vinhal Dissertacao completa.pdf1,44 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.